Dia Internacional das Mulheres

dia da mulher

No dia 08 de março de 1917, mais de 90 mil mulheres russas se manifestaram em um movimento conhecido como “Pão e Paz”. Antes delas, muitas outras já lutavam por melhores condições de vida e trabalho, principalmente na Europa e Estados Unidos.

No dia 08 de março de 1921, foi instituído o Dia Internacional das Mulheres.

De lá para cá muitas mudanças nesse cenário ocorreram, porém não podemos dizer que a diferença de gênero ainda não é uma questão mundial a ser diariamente vivida pelas mulheres. E que deveria ser diariamente pensada por todos.

Que, pelo menos neste Dia Internacional das Mulheres, possamos fazer as reflexões necessárias. Que não se distribuam flores, chocolates e mensagens somente porque é o senso comum, com significados vazios.

Que o dia seja usado como um momento de reflexão de fato e que, caso se deseje, se manifeste essa reflexão com agrados, porém verdadeiros.

Podemos citar muitas conquistas das mulheres nesses 101 anos, desde que o dia foi instituído, e até antes dele na verdade, no Brasil, por exemplo, e vamos falar delas. Mas não podemos esquecer também das muitas diferenças e situações vividas.

Em 1827 foi permitido às mulheres frequentarem as escolas e em 1879 o direito ao acesso às faculdades.

Em 1910 foi criado o primeiro partido político feminino que lutava, entre outras coisas, pelo direito das mulheres ao voto, que foi somente conquistado em 1932.

Em 1962 foi criado o Estatuto da mulher casada e em 1977, a lei do divórcio.

Só em 1979 as mulheres conquistaram o direito à prática do futebol, grande paixão nacional.

Em 2006 uma grande conquista das mulheres foi a Lei Maria da Penha, seguida em 2015 pela lei do feminicídio e, em 2018, a importunação sexual feminina foi considerada crime.

Não precisamos pensar muito ao analisar essa linha do tempo para entender o porquê da necessidade de um Dia Internacional das Mulheres e de tantas outras iniciativas.

Não existiu um tempo em que as mulheres podiam e podem, de fato, serem mulheres. As lutas começam desde sempre, em todos os aspectos.

É preciso pensar em detalhes que os homens nunca pensaram, é preciso provar o valor a todo momento. Hoje, certamente, é infinitamente mais fácil, e devemos isso a cada uma das mulheres que vieram antes. Mas ainda não é o que deveria ser e, pelas que estão vindo, devemos lutar todos os dias.

Que esse dia 8 de março de 2021 não seja só mais um dia das mulheres, seja mais um dia em que as mulheres conquistem tudo o que quiserem. Porque igualdade mesmo é ser quem somos e o que queremos, mas temos que ter direito a isso.