Já ouviu falar de gestão por competências?

Gestão por Competências é um sistema da área de Gestão de Recursos Humanos , desenvolvido no sentido de identificar e gerir perfis profissionais que proporcionem um maior retorno a um negócio, identificando os pontos de excelência e as oportunidades de melhoria, suprindo lacunas e agregando conhecimento. Um modelo de gestão de competência sempre terá um viés conceitual e deverá ser de difícil mensuração, mas na medida em que o processo de identificação dos perfis for avançando, melhor será conduzir o gerenciamento. 

Mas o que são competências? 

Competências, nesse sentido, são os conhecimentos, habilidades e atitudes de um profissional. 

Elas são divididas em: 

  • Competências técnicas 

Elas são conhecidas como hard skills. São aquelas que se adquirem e se lapidam por meio de aprendizado, de aquisição de conhecimento de modo formal. Ou seja, por meio de cursos e formações. São os diplomas, a formação profissional colocada no currículo. 

As hard skills trazem o conhecimento técnico necessário para um profissional poder exercer e desempenhar suas funções da melhor forma. 

  • Competências comportamentais 

Chamadas de soft skills, as comportamentais são as habilidades sociais e emocionais relacionadas com a personalidade de cada profissional. Apesar disso, elas podem ser aprendidas e melhoradas. 

  • Competências funcionais 

Essas são as capacidades necessárias para que um profissional exerça bem o cargo que possui. Um gestor de pessoas precisa, por exemplo, ter uma boa capacidade de liderança e de comunicação. 

Também são habilidades que podem ser aprendidas e melhoradas. 

Como funciona, na prática, a gestão por competências? 

O gestor de RH, ou de pessoas, é o profissional responsável por fazer esse tipo de gestão funcionar. 

Ele é quem elabora um plano baseado nas competências das equipes, visando aprimorá-las e desenvolvê-las com o objetivo final de obter melhores resultados para o negócio. 

Porém, nesse processo, todos se desenvolvem e se aprimoram e os resultados são muito mais do que somente para os negócios, como também individualmente, para cada profissional envolvido. 

Na prática, o gestor cria o que se pode chamar de tabela de competências, onde são colocadas quais são as de cada profissional e as requeridas para cada cargo. É importante estabelecer graus mínimos e desejados para cada profissional e cada tipo de atuação. Dessa forma, é possível visualizar como desenvolver cada profissional e cada tipo de competência. 

Torna-se um processo bastante assertivo e que traz, como falado, bons resultados individuais e coletivos. 

A ideia é proporcionar para cada profissional ou grupo com as mesmas características oportunidades de aquisição de conhecimento e de desenvolvimento de habilidades, de acordo com as necessidades previstas pelo gestor. Com isso, ao invés de lotar um auditório de profissionais para ouvirem sobre liderança, teremos somente meia dúzia de pessoas que realmente precisam e aproveitarão esse conhecimento da melhor forma.  

Não é eliminar os momentos coletivos e de conhecimento para toda uma empresa ou equipe, mas, sim, ser mais assertivo.  

Nesse tipo de gestão, é preciso que todos tenham conhecimento e entendimento sobre o método e a forma como é colocado em prática. A boa comunicação é essencial na gestão por competência, para que os resultados, de fato, sejam alcançados. 

Cada profissional precisa conhecer e reconhecer suas competências e as que são desejadas no cargo que assume, para que o progresso aconteça. A troca de informações entre gestores e profissionais é um dos elos principais desse formato de gestão. 

Muitas empresas estão aderindo a esse formato e vivenciando, na prática, como ele pode trazer bons resultados para todos. 

Mas, como já dito, é um tipo de gestão que precisa ser coordenada por um gestor competente e que, de fato, tenha um alto conhecimento sobre as competências e como trabalhá-las da melhor forma. É preciso, também, profissionais conscientes sobre suas competências e dispostos ao processo de evolução e reconstrução. 

É um tipo de gestão do mundo moderno e, certamente, cada vez mais será visto nas empresas dos mais diversos ramos. 

Você já conhecia a gestão por competências?